Margaret Pelicano

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

DEUSES ADORMECIDOS




Filhos de Deus, deuses por herança,
deveríamos revoar como pássaros,
aos bandos de alegria e bem
ombreando com a sabedoria do animal
que só mata para se defender ou comer;
com a sabedoria do vegetal que dá sombra e alimento...

No entanto,
de momento a momento,
caímos nas próprias armadilhas mentais,
usando de maledicência e injúrias
esquecendo a clemência. E o mal
se aproveita e ecoa em nossa mente seus impropérios...

Adeja no ar as benesses do Criador,
suas falanges do bem, criando e recriando paz,
que tantas vezes ignoramos,
praguejando, reclamando, blasfemando
contra as leis divinas!

Enquanto não resgatarmos em nós mesmos a caridade,
abandonando a leviandade,
a preguiça, o comodismo,
estaremos aqui, lições repetidas a cada encarnação,
aguardando uma evolução que não vem!

Brasília - 17/12/2006

Marcadores: ,

escrito por Margaret Pelicano às 17:37

2 Comentários:

MARGARETE ADORO SUAS LINDAS, BELAS E MARAVILHOSA POESIAS.
À ALEGRIA ESTÁ NO CORAÇÃO.
A PAZ O AMOR QUE VOCÊ TEVE PARA ESCREVER ESSAS POESIAS VÃO CONTINUAR COM VOCÊ.
ABRAÇOS E BEIJOS

LAYANE E ESTÉFANI

14 de maio de 2008 08:50  

Layane e Estéfani,
quando um escritor encontra jovens animados na leitura como vocês, ele também se anima e procura escrever mais e melhor! Quanto mais a gente lê, mais aprendi, leitura boa, é lógico! Que Jesus abenÇões vocês duas por que vcs merecem: estão buscando uma vida melhor através dos estudos! Abraços, Margaret

16 de maio de 2008 18:53  

Postar um comentário

<< Home

poesias, contos, crônicas, cartas