Margaret Pelicano

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

As Sombras da Alma nos Marcam profundamente!

SOMBRAS
Margaret Pelicano

Estou com a garganta entalada!
Lágrimas descem sobre o rosto decomposto!
Não consigo passar para o papel o desgosto,
o medo, a ansiedade na alma espalmada!

Os receios, irmãos do grito descontrolado,
batem à porta em desconforto,
e o lápis treme entre os dedos espraiados
garatujas são porto do destino morto,

onde o sonhado não foi classificado
em primeiro lugar! E as sombras tomaram conta
de uma mulher que queria e pouco fazia...

Hoje, o berro preso anseia se soltar,
mas é sufocado, acovardado ao acordar!
Desmaia! Finge viver para se encontrar!

Brasília - 20/01/2009

Marcadores:

escrito por Margaret Pelicano às 10:57

3 Comentários:

Um tanto triste, porém lindo!
Marilda Ternura

20 de janeiro de 2009 10:59  

Olá menina, doído, sente-se isso ao ler, mas não posso negar que está lindo.
Um beijo e parabéns pelo blog.
Roze Alves

21 de janeiro de 2009 12:15  

Oi! achei bem legal, e realmente quem sente sabe o que é, tchau!
danidead@hotmail.com, se vc um dia quiser passar algo, acho que seria importante

23 de fevereiro de 2009 21:15  

Postar um comentário

<< Home

poesias, contos, crônicas, cartas